A melhor roupa fitness para malhar é a que oferece conforto e praticidade. Simples assim!

Roupa Fitness

Na verdade, conforto, leveza e praticidade são características que devem estar sempre presentes nas roupas usadas em qualquer atividade física, a fim de garantir uma perfeita mobilidade.

Isso implica em usar roupas adequadas, que permitam total flexibilidade e garantam liberdade de movimentos corporais, melhorando seu desempenho durante a prática dos exercícios.

Antes de comprar ou vesti-la, teste a roupa. Simule alguns exercícios. Se você se sentir confortável e sem incômodos, é um ótimo indicativo.

Mas há outros fatores que devem ser levados em conta na hora de escolher sua roupa fitness.

Eis as dicas.

DEVO USAR ROUPA FITNESS QUENTE?

É prática da atividade física que faz você manter a forma ou emagrecer, não o uso de uma roupa quente.

Mas ainda há quem ache que roupas quentes ajudam a acelerar a queima de calorias.

Então, cabe esclarecer: Transpiração em excesso não significa emagrecimento, mas risco de desidratação e perda de sais minerais.

Roupas quentes ou pesadas abafam a respiração da pele. Além de não emagrecer, podem causar danos à saúde íntima, pois criam zonas próprias para a proliferação de fungos e bactérias, quando usadas por tempo prolongado.

Prefira roupas leves e frescas, escolhendo aquelas confeccionadas com tecidos tecnológicos. Use a tecnologia a favor da sua saúde!

Lembre-se: Os benefícios da atividade física não estão nas roupas que você usa. As roupas têm muita importância, mas são coadjuvantes, complementos. Servem para te ajudar, proporcionando conforto, segurança e preservando sua saúde durante os exercícios.

A ROUPA FITNESS DEVE SER LARGA?

Os personal trainers, para medir sua evolução, devem conhecer o antes e o depois do seu corpo e corrigir sua postura e movimentos.

Seus movimentos devem ser visíveis aos olhos do instrutor. O uso de roupas largas prejudica a observação do instrutor, motivo pelo qual não devem ser usadas.

Portanto, evite usar roupas muito largas, que dificultem a visualização do alinhamento do seu corpo, pelo instrutor.

Prefira roupas mais justas, que, além de ajudar seu instrutor a observá-la, dão liberdade de movimentos, conforto e a segurança necessária para não deixar a mostra partes mais íntimas do seu corpo, quando da execução de determinados exercícios.

Já imaginou o desconforto que seria mostrar determinadas partes do seu corpo ao praticar determinados movimentos na academia?

O ideal é usar roupas que se moldam e se ajustam ao seu corpo, tais como macacão fitness e calças legging. O body também é ótimo. Usado sob leggings ou bermudas, funciona muito bem.

São peças muito confortáveis, que dão um look especial tanto durante os treinos quanto fora das academias. Afinal, a vaidade é aspecto relevante, não acha?

Camila não recomenda o uso de calça bailarina e camiseta larga.

Esse modelo de calça tem pernas largas, que atrapalham os exercícios e se prende com certa facilidade, podendo causar acidentes. Já as camisetas folgadas demais, em algumas posições, tendem a subir da cintura para os seios, gerando desconforto durante a execução dos exercícios.

TECIDOS APROPRIADOS DE ROUPAS DE GINÁSTICA

Como regra geral, os melhores tecidos para confecção de roupas para malhar são aqueles fabricados a partir da poliamida.

Um dos melhores fabricantes mundiais de tecidos a base de poliamida, e número 1 do Brasil, é a SantaConstancia, empresa genuinamente brasileira, com destaque para a linha de tecidos CO2 Control, já que a Toda em Forma tem como um de seus diferenciais o conceito de roupas sustentáveis e consumo consciente. Portanto, trata-se de uma poliamida diferenciada.

Nossos coleções são confeccionadas a partir dos tecidos CO2 Control que se decompõem rapidamente, se descartadas de forma correta em aterros sanitários. É a moda fitness sustentável, com responsabilidade ambiental.

São coleções alinhadas com boas práticas ambientais, que usam tecidos rastreáveis ao longo de toda a cadeia produtiva, ou seja, desde a produção do fio usado na fabricação do tecido CO2 Control, com consumo racional de água, descartes corretos, conceitos biodegradáveis e redução de CO2 no meio ambiente.

Dentro desse conceito de moda fitness sustentável e consciente, as coleções Toda em Forma usam os seguintes tecidos, de acordo com o tipo de peça.

Body, Leggings, Shorts e Tops

Tecido Light-(CO2) – Composição de 90% de poliamida (Nailon 6.6) e 10% de Elastano

As peças se ajustam, se moldam perfeitamente ao seu corpo, têm toque extremamente macio e são muito leves.

Não retém a transpiração, transferindo o suor para fora do corpo, preservando a saúde.

São biodegradáveis, grau de proteção 50+, segundo a norma AS/NZS4399:1999, que bloqueiam 97,5% dos raios UV.

Easy Care (não precisa passar)

Macacões, Leggings e Bermudas

Tecido Authentic-(CO2) ou Tecido Light-(CO2) – Composição de 92% de poliamida (Nailon 6.6) e 8% de elastano.

A diferença entre os dois está na gramatura. O Authentic é o famoso suplex, aquele mais grossinho. Já o light é aquele mais fino e fresquinho.

Também apresentam todas as características anteriores

Se quiser ousar, aposte nos modelos em cirre (com poliamida). O tecido tem um leve brilho e deixa o look superpoderoso.

CONCLUSÃO

Em resumo, a roupa fitness mais apropriada para a malhação é a que se ajusta com facilidade e molda seu corpo, proporcionando leveza e muito conforto.

Mas a roupa de academia não se restringe apenas à modelagem do seu corpo e conforto proporcionado.

O ideal é utilizar roupas confeccionadas a partir de tecidos tecnológicos, cujas características preservam sua saúde íntima, transferem a transpiração para fora do seu corpo, bloqueiam raios UV para proteger sua pele e são de fácil manutenção (easy care).

E, se forem biodegradáveis, o meio ambiente agradece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.